Páginas

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Mulher morar junto com homem não dá certo, quer dizer DÁ!


Me chamo Rafaela, tenho 24 anos. Sou de Minas Gerais e mudei para Brasília recentemente para trabalhar. Foi ai que comecei a dividir apartamento com o Fábio, um amigo das antigas lá de BH. Ele sempre foi muito querido, então não recusei o convite. Quando coloquei os pés em BSB e vi o Fábio me esperando no aeroporto, confesso que fiquei um pouco balançada. Afinal, faziam mais de 5 anos que não nos víamos pessoalmente. Ai me deparei com um gato loiro, alto e olhos cor de mel. Nossa! Meu coração não é tão forte assim... Mas ai eu pensava "Opa! Mocinha você veio para cá com outros planos, e nenhum deles tem haver com trepar com seu amigo de infância."
Passaram-se algumas semanas e tudo ia bem, eu já estava trabalhando e a convivência com o Fábio era muito harmoniosa e divertida. Ele sempre muito brincalhão me deixava super a vontade.
Até que um certo black-out brasiliense mudou minha vida de vez! Um dia ele estava no banho depois de um dia longo de trabalho e a energia acabou, ele gritou do banheiro pedindo que eu pegasse a toalha dele no quarto. Foi quando eu abri a porta para entregar a toalha e a energia voltou bem na hora, de repente dei de cara com ele completamente nu e visivelmente de pau duro. Automaticamente eu tapei os olhos completamente sem jeito e fui me retirando. Ele falou que não precisava eu sair com tanta pressa e veio na minha direção. Eu estava nervosa e ao mesmo tempo doida de tesão, e quando dei por mim, levei a minha mão até aquela pica gostosa que estava dura feito pedra. Ele pediu pra eu bater uma deliciosa pra ele, eu comecei a bater e logo cai de boca fazendo um boquete bem safado. Ele me levantou e beijou minha boca e começou a apertar meus peitinhos durinhos, eu não estava aguentando mais a vontade de ter aquele pau dentro de mim e arranquei a minha roupa de uma vez. Começamos a transar ali mesmo encostados na pia do banheiro, depois de umas metidas eu gozei facinho feito uma louca e em seguida ele me levou para o seu quarto e me colocou de quatro na cama e chupou minha buceta bem gostoso. Logo em seguida enfiou o pau com tanta força que eu comecei a sentir suas bolas batendo na minha buceta, eu puxei ele pra cama e comecei a sentar no pau dele cavalgando como nunca fazendo um movimento bem gostoso. Ele não aguentou e começou a gozar, gemendo bem alto pra mim. Ficamos na cama recompondo as energias e depois fomos tomar um banho juntos. Naquela noite dormimos juntos e depois e depois e depois também.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

terça-feira, 4 de dezembro de 2012